Um Final de semana em Algarve e Évora

Fala galera! O nosso post de hoje vem diretamente de Portugal, estou em Beja à trabalho e como tive uma folguinha resolvi pegar a mochila e conhecer um pouco do que temos por aqui, esta fazendo uns 40° graus e Algarve me parece uma boa pedida, o ônibus que faz o percurso Beja – Algarve já havia saído  (6 horas da manha) e de certa forma era mesmo melhor alugar um carro e ficar livre para andar por outros lugares. Peguei a estrada e que estrada, “um tapete”, em 1hora e 30 min eu já avistava um lindo e infinito mar azul no distrito de Albufeira,  resolvi parar para comer algo em uma Bruschetteria, a porção de bruschettas(que serve duas pessoas) e 3 cervejas por 10 euros, realmente os preços por aqui são ótimos e a gente quase não acredita quando vem a conta.


Como não poderia deixar a oportunidade passar , fui curtir as águas do mediterrâneo, pude ir a duas praias, praia dos Alemães e praia do Peneco,   nada comparado a temperatura das águas do nosso nordeste, mas como Carioca não tem medo de água fria, temperatura mais do que normal para quem esta acostumado as praias do Rio de Janeiro. Areia limpa, praia tranquila, as pessoas costumam deixar as coisas na areia e ir ate a água sem medo, coisa que hoje em dia nos gera um certo estranhamento e ao mesmo tempo muita paz.


Praia na europa é diferente mesmo, um elevador de acesso à praia te dá as boas vindas, (tem uma linda falésia em toda a extensão da praia),  mulheres de todas as idades fazem topless  e ninguém fica olhando, o respeito é enorme. Os homens não usam sunga apenas bermudas. Em meio a hábitos e costumes diferentes encontro algo muito familiar, um vendedor de cerveja brasileiro, um cearense de 28 anos que esta morando aqui em Albufeira, segundo ele também  já vendeu cerveja nos Estados Unidos, o salva vidas também era brasileiro, e brasileiro quando se encontra fora do país sabe como é,  vira amigo. Me deram algumas dicas da cidade e tive que procurar um hostel para me alojar, eu já havia dado uma olhada pelo booking.com e gostei muito de um chamado Lost e Found, fica um pouco distante do buxixo do centro mas muito aconchegante, limpo e organizado, com 18 euros consegui me hospedar em um quarto para homens. Para minha primeira vez de hostel acho que dei sorte! A noite apesar do cansaço resolvi sair para comer algo, e foi a melhor coisa que fiz, pois a noite no centro histórico  Albufeira é surpreendente. Esquece tudo que você já viu de baladas pelo mundo, uma rua inteira de bares e festas, você entra e sai de um e de outro só pagando o que consumir e vai interagindo com outros turistas em meio a muita música, gente bonita, alegre, literalmente de bem com a vida!


Parei para comer uma pizza, não sei se vocês lembram mas eu precisava jantar, 5 euros uma pizza no estilo tamanho família no Brasil. Tipo paraíso, BBB (bom, bonito e barato).

Dormi algumas poucas horas e resolvi sair bem cedo em direção a Évora a cidade murada, ok, já sei o que estão pensando, com 40° graus a sombra e eu vou sair da praia e vou para uma cidade murada que seria melhor de caminhar no inverno, pois é também pensei nisso, mas a oportunidade é essa, estou aqui hoje e não seria a temperatura que iria me impedir… então lá fui eu  para Évora, 2 horas de estrada e Portugal mais uma vez me enche de encantamento com muita história por todos os lados, não é em qualquer lugar que você encontra uma edificação Ano I depois de Cristo, uma capela de ossos datada do séc XVI (antigamente era um lugar de oração e meditação) e um museu  e igrejas com mais de 1000 anos em média.

” Ossos que aqui estamos, pelos vossos esperamos”                                                                        (inscrição destinada pelos frades à meditação dos visitantes)

 

img_8232-1

No almoço do Restaurante Guião, couvert, bacalhau com natas (que serve dois) ,água,  vinho português, é claro e de sobremesa uma torta de natas,  por 27 euros! Realmente se come muito bem em Portugal e por um preço justo!

Hora de pegar a estrada de volta para Beja, no caminho os campos de girassol nos fazem companhia…  Fica a enorme vontade de voltar e conhecer mas alguns cantinhos desse lugar mágico chamado Évora.

Anúncios

2 thoughts on “Um Final de semana em Algarve e Évora”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s