Apresentação

Prazer, Nósdoispelomundo

Fala galera! Esse é o nosso primeiro post no blog e decidi falar um pouquinho sobre nós dois e de como surgiu esse projeto ” Nósdoispelomundo”.

Então, sou jornalista de alma e coração e minha terapia é a fotografia,  trabalhei pouco tempo  na área,  mas desde que me conheço por gente,  amo escrever, ler, pesquisar, conhecer, buscar novidades, amo o mundo  sem igual e sim a vida é uma festa.

Ele um militar por profissão e um ” Bon-Vivant” nas horas extras, acostumado a viver com as mais diferentes e diversas situações, amante da vida, livre por natureza e que um dia me convidou para viver o mundo ao seu lado.

Podem dizer,  somos um tipo de combinação perfeita!

Lembro como se fosse ontem de uma frase que ele me disse logo que nos conhecemos : ” E aí você esta pronta para sair daqui e de repente nunca mais voltar? ” Preciso confessar foi tentador, sabe aquela subida da montanha russa, que você não sabe ao certo o que verá depois, mas sabe que será legal?  Ou na verdade, você nem sabe se vai gostar mas, sabe  que você precisa conhecer, pois é!

Pronto, aí estamos nós, são 17 anos de estrada!  Com dois filhos adolescentes, que foram acostumados a viver e ver o mundo com outros olhos, já moramos em vários lugares do Brasil e a cada dia descobrindo algo novo.  Ah! Antes que me perguntem (na verdade já me perguntaram), criamos nossos filhos para o mundo, por isso o nome do nosso projeto é ” nósdoispelomundo” e não “nós quatro”, é claro que adoramos que eles viajem conosco, mas isso sempre foi uma opção e não uma obrigatoriedade, costumamos brincar dizendo que vamos morar em continentes diferentes, para que nunca nos falte motivos para viajar.

Vamos conversar sobre muitas coisas nesse blog como dicas de viagens e tal, mas uma das melhores coisas que essa vida de viajante nos ensinou é a olhar para o mundo, com a mente aberta e os olhos livres, já dizia Fernando Pessoa:

” Sinto-me nascido a cada momento, para a eterna novidade do Mundo”

Temos a nossa identidade sim e não devemos perdê-la, mas não podemos cobrar e achar que os lugares serão iguais,  o legal é viver a diferença e experimentar o novo. No jornalismo, costumamos dizer que até para falar mal, precisamos antes de tudo conhecer, e essa é a questão. Para você conhecer algo e experimentar, precisa estar  disposto ao risco e aberto ao entendimento. Aos poucos você irá perceber que sua identidade ganha mais alguns atributos, e que mesmo tendo nascido em um  determinado lugar, hoje você tem em si um pouco de tantos outros lugares que pôde conhecer…

Esperamos que gostem do blog, esta sendo feito com muito carinho, vamos tentar ajudar com  dicas e ao mesmo tempo estar mais próximos de todos com novidades da nossa vida na estrada.

13669685_1420764501270967_3733312940181518439_n

Anúncios
Apresentação

A saga ao decidir mudar de país

Fala galera! 

Quando decidimos que nos mudaríamos para outro país iniciou ” a saga de informações”, e vou confessar, não é uma tarefa fácil…. são meses ou melhor anos de pesquisa, todo dia aprendemos e descobrimos algo novo e não devemos subestimar as informações, todas podem vir a fazer diferença… 

Quando dizem que somos corajosos, penso que nem tanto, medo e anseios temos muitos… mas a ideia inicial é fazer tudo dar certo ou pelo menos que seja menos frustrante possível… 

Sabemos que por mais preparados que estejamos, vamos ter que nos adaptar às diversas diferenças culturais, por isso no nosso dia a dia ainda antes da mudança é importante ir se infiltrando na cultura do país de destino… 

E o que temos feito? Assistido os programas de notícias local, acompanhado grupos nas redes sociais ligados à tal país, conhecido moradores da região escolhida, escolas, hospitais, supermercados, transportes, hábitos… 

Tudo é muito importante! Ninguém está dizendo que você precisa se tornar outra pessoa, mas até mesmo uma brincadeirinha comum do seu país, pode pegar mal em outro e um mal entendido desse tipo pode fazer você achar que é algo pessoal com sua nacionalidade ou até mesmo que não é bem vindo. Todo cuidado é pouco! E quanto mais você estiver inserido culturalmente melhor. 

Ah, mas não se engane e principalmente não tente enganar, todos sempre saberão que você não é de lá ( e deixarão isso bem claro sempre que possível) e ao contrário do que podemos pensar as pessoas valorizam aquelas que amam seu país e desconfiam muito de quem o renega.  

Aí podemos até pensar…. ” Como será isso?” ” Se eu sai daqui é porque não gosto!” … Então, na verdade não! Na verdade não saímos do nosso país, de nossa terra porque não gostamos dela e do que somos, saímos porque estamos buscando uma qualidade de vida melhor, algo naquele momento não está favorecendo a você e sua família e por isso está em busca de novos horizontes, mas nada mais belo que ser o que somos e ter muito orgulho disso.  

Evite comparações!!! O equilíbrio é o segredo, pode até comentar o que tem de melhor em seu país mas nunca diga que é melhor que aquele onde você está buscando abrigo é tão pouco diga que é pior. 

Buscar melhorar, crescer, conhecer, experimentar, desbravar pode até ser a sua filosofia de vida, mas sem jamais esquecer do ventre em que você foi gerado! 

Enfim são anos de muita expectativa e a única coisa certa disso tudo é de tentar e se em algum momento alguém te disser ” Não deu certo volte!”, você pode até voltar ou tentar outro lugar, outra mudança, mas tendo a certeza de que deu certo sim, foram escritas novas paginas no seu livro da vida e isso não tem preço e só você sabe o valor da vivência de cada segundo. 

Apresentação

Morar em Portugal com filhos 

Quem sonha em mudar de país e começar uma vida nova no exterior cria muitas expectativas e as dúvidas começam a surgir.Como poderei oferecer uma vida tranquila para meus filhos?

Como serão as escolas do novo país?

O sistema de saúde?

São dúvidas comuns a muitos pais e hoje vamos te ajudar a responder algumas dessas questões para quem planeja morar em Portugal com filhos.

Posso levar meus filhos para Portugal?
Sim, quando você fizer o visto para morar em Portugal deve se informar sobre o reagrupamento familiar (para levar os filhos, esposa/marido).

O mais importante é ter meios de subsistência para todos da família, ou seja, você precisa provar que tem dinheiro para se manter em Portugal com a família, sem depender do estado português. Você deve verificar qual visto  se adequa mais com você (visto de trabalho, estudo, aposentado, investidor, etc).

Vantagens de morar em Portugal com filhos
Uma das vantagens de se morar em Portugal com filhos é a segurança que eles terão ao ir para escola, ao fazer passeios, brincar em praças e parques. Portugal é um dos países mais pacíficos do mundo, com uma polícia que funciona e uma justiça muito eficiente.

Como é um país pequeno, com apenas 10 milhões de habitantes, é possível ter um controle mais eficaz da fronteira e o poder público consegue de maneira ágil controlar, desarticular quadrilhas e resolver crimes.
O sistema de ensino tem muita qualidade
Outra vantagem de se morar em Portugal com filhos é a educação no país. A nação europeia possui bons índices nas avaliações internacionais (como por exemplo: PISA), ótimas escolas públicas, muitas vezes melhores do que as escolas privadas.

A formação dos professores é muito elevada (depois do Tratado de Bolonha) e eles precisam ter pelo menos Mestrado para dar aulas, isso eleva o nível das aulas (mesmo no Ensino Básico) e ajuda na aprendizagem dos alunos.
Além disso, Portugal segue um currículo nacional único e possui aulas em tempo integral. Portugal continua a ser um dos países que têm mais carga horária no 1.º ciclo. Nos primeiros quatro anos, os alunos somam 3744 horas de aulas.
São 25h de aulas por semana. As aulas começam às 9 horas e terminam às 15.30 h, com intervalos no meio da manhã e para almoço.

Algumas escolas funcionam por turnos. Nesse caso, pode ter aulas de manhã – das 8h às 13h, ou à tarde  das 13.15 às 18.15. É possível indicar a preferência de horário.
No 2º e 3º ciclos os alunos têm aproximadamente 30 horas de aulas, num horário que pode ser predominantemente de manhã ou predominantemente à tarde.

Como é o Sistema de Educação em Portugal?

O Ministério da Educação e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior são os coordenadores políticos da educação em Portugal. Segundo a constituição portuguesa, todos têm direito ao ensino e o estado deve garantir igualdade de oportunidades. O sistema de educação em Portugal é divido em básico, secundário e superior.

Ensino obrigatório em Portugal

Quando as crianças atingem os 4 (quatro) anos, elas estão aptas a frequentar a pré-escola conhecido como jardim de infância . Porém, o ensino obrigatório compreende o básico e o secundário, o primeiro é organizado em três diferentes ciclos:

1º ciclo (1º ao 4º anos de escolaridade);

2º ciclo (5º e 6º anos de escolaridade);

3º ciclo (7º ao 9º anos de escolaridade).

Ensino secundário em Portugal

Já o secundário dura três anos e é organizado em apenas um ciclo (10º, 11º e 12º anos de escolaridade). Importante salientar que no ensino secundário os estudantes podem frequentar cursos orientados para a vida profissional ou para prosseguir os estudos.

Em Portugal a escolaridade obrigatória tem 12 anos de duração e inicia quando a criança tem seis anos de idade.
Escolas Públicas e Escolas Privadas
Como em outros países, o sistema de educação em Portugal se divide em escolas públicas e privadas, porém diferentemente do Brasil, as escolas públicas portuguesas são mais conceituadas do que as privadas, possuindo uma qualidade impressionante.

É comum que as pessoas, mesmo com excelentes condições financeiras, optem por colocar seus filhos em escolas públicas e isso acontece em todos os níveis de educação (básico, secundário e superior).

Ensino Superior em Portugal

O ensino superior em Portugal é dividido em dois subsistemas, o universitário e o politécnico. No primeiro, são conferidos aos estudantes os graus de licenciados, mestres e doutores enquanto nos institutos politécnicos os graus acadêmicos conferidos são os de licenciados e mestres.

A maior universidade portuguesa em quantidade de alunos é a Universidade de Lisboa com quase 50 mil estudantes, já o Instituto Politécnico do Porto é o maior Instituto do país em número de estudantes e tem quase 18 mil inscritos.
Em um outro post aqui no blog já citamos as universidades de Portugal que aceitam os pontos do Enem.

Como fazer a inscrição do seu filho na escola?

Para inscrever seus filhos é preciso ter alguns documentos da criança em mãos, como fotografia tipo passe, documento de identificação, número de utente em Centro de Saúde, Carteira de vacinação, entre outros. Do responsável também é preciso de documento de identificação, NIF e comprovante de residência.

Já a matrícula online pode ser realizada por este site:

http://www.portaldaescola.pt

Datas de inscrições
Na educação pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico o período normal para matrícula é fixado entre o dia 15 de abril e o dia 15 de junho do ano escolar anterior àquele a que a matrícula respeita. No ensino secundário o período normal para matrícula é fixado pelo diretor do estabelecimento de educação e de ensino.

É possível pedir a inscrição da criança ou adolescente fora do prazo normal. A aceitação vai depender apenas do número de vagas da escola.

 

O sistema de saúde pública também é bom
Além da segurança e da educação, a saúde pública em Portugal é considerada muito boa. O país possui unidades de saúde nos bairros (freguesias), com médicos de família, além do atendimento nas urgências dos hospitais.

Mesmo a saúde pública sendo paga para seus moradores, as crianças até 18 anos são isentas de taxas. (Antes de morar em Portugal é preciso fazer um seguro de saúde internacional, como o PB4, por exemplo).

Desvantagens de morar em Portugal com filhos

Já as desvantagens de se morar em Portugal com filhos pode ser a difícil adaptação dependendo da idade em que eles estão. Crianças em idade escolar ou na pré-adolescência podem ter mais dificuldades de adaptação na escola, podem sentir falta dos amigos e dos parentes.
É preciso muita conversa para que eles estejam inseridos nessa mudança de vida, antes mesmo dela começar. Os pais precisam preparar o terreno para filhos, demonstrar (ou tentar) calma nesse processo e sempre mostrar os pontos positivos do país e da mudança.
Conselhos

Para morar em Portugal com os filhos é preciso muito planejamento (financeiro, emocional e burocrático). Pesquise toda a documentação necessária para a mudança, em que cidade a família irá morar, quando começa o ano letivo, as vacinas necessárias, etc.

Quanto mais informação você tiver, menos chance terá de errar. Dessa forma, você evitará estresses desnecessários e poderá preparar a mudança com muito mais tranquilidade.
Tudo pronto? Documentos em mãos? Malas prontas e boa viagem !

Apresentação

Autorização de residência não lucrativa na Espanha…. tudo o que você precisa saber!

A Espanha é um das nações da Europa que mais acolhe estrangeiros em busca de uma nova vida. Não apenas por ser um país bonito, ter boa gastronomia, ser relativamente barato e possuir bom clima, mas também por apresentar diversos tipos de autorizações que permitem viver legalmente no país.

Autorização para morar na Espanha

Uma delas é a autorização de residência não lucrativa que está amparada pela lei orgânica 4/2000 de 11 de janeiro sobre os direitos dos estrangeiros na Espanha.

Como em qualquer território, para solicitar esse tipo de visto é preciso cumprir com os (muitos) requisitos exigidos pelo Estado Espanhol, que são:
Não possuir nacionalidade europeia e nem ser familiar de um cidadão europeu.
Não ter a entrada proibida na Espanha e nem em países dos quais tenha acordo.

Não possuir antecedentes penais na Espanha e nem em países que tenha vivido nos últimos cinco anos.

Não estar ilegal em território espanhol e nem configurar no prazo de não retorno ao país (nesse último caso, refere-se aos brasileiros que viveram de forma irregular aqui e retornaram voluntariamente ao Brasil).

Apresentar meios econômicos durante a estância no país para si e seus familiares e também para retornar ao Brasil. Certificar mensalmente cerca de 2.130 €, e para cada familiar em torno de 533€.

Não ter nenhuma enfermidade grave que possa refletir na saúde publica do país.

E ter um seguro de saúde público ou particular com cobertura na Espanha.

Se você cumpriu com as formalidades acima, o próximo passo é solicitar a autorização através de um formulário e apresentar os documentos listados abaixo que deverão ser entregues no consulado espanhol da sua cidade.

Formulário totalmente preenchido e assinado. Você pode descarregar diretamente na página do Consulado Espanhol no Brasil.
Passaporte válido.

Documentação que confirme o seguro de saúde e um atestado médico que conste seu estado de saúde.

Certidão de Antecedentes penais.

E, por último a demonstração dos recursos econômicos. Você poderá apresentar seu saldo bancário, cartão de credito, etc…

Legalizar documentos

Antes de entregar os documentos no Consulados da Espanha no Brasil mais próximo da sua casa, aconselho a entrar em contato com eles e confirmar se todos os papeis precisam ser legalizados através da Convenção da Apostila de Haia, que é feita diretamente em cartórios credenciados e entregue no mesmo dia.
É também preciso pagar duas taxas, uma no valor de 60€ referente à emissão do visto e outra de 10€ para a autorização de residência.
Conheça todos os tipos de visto para Espanha e saiba qual é o ideal para a sua situação.
Prazo para entrega e validade

A partir da entrega dos documentos acima é contabilizado três meses para que o governo espanhol conceda um parecer favorável ou não. No primeiro caso, você terá um mês após ser notificado (nem mais e nem menos) para ir pessoalmente buscar o visto e três meses como máximo para adentrar na Espanha. Se passar mais de 90 dias sem que você receba algum comunicado é porque certamente essa autorização foi negada.
A autorização de residência não lucrativa é valida por um ano que será contabilizado a partir do primeiro dia de ingresso ao país, não permite trabalhar e poderá ser renovada e estendida aos familiares.
Ao chegar à Espanha é dado o período de um mês para você solicitar a identificação pessoal (Tarjeta de Extranjero) no órgão competente conhecido como Oficina de Extrajeros ou Comissária de Policia.
Dentre o leque de oportunidades para viver legalmente na Espanha, a autorização de residência não lucrativa é uma das mais buscadas, principalmente por aposentados brasileiros. Para quem sonha em morar fora do Brasil e vivenciar uma das experiências mais enriquecedoras saiba que a Espanha te espera de braços abertos.
Fonte: http://www.exteriores.gob.es e http://www.empleo.gob.es

Apresentação

Ser feliz… 

Hoje acordei com vontade de gritar ao mundo como estou feliz, não, eu  não ganhei na loteria kkkkk mas a paz que vivo hoje é como se eu tivesse ganho…. Muitas vezes na vida ficamos em dúvida de que caminho seguir… Sempre busquei o caminho do bem e isso sempre foi um ponto de partida para as minhas ações, mas ainda assim muitas coisas me confundiam… Foi aí que decidir seguir minha intuição e buscar a paz, cancelei compromissos, desfiz laços e organizei as prioridades…. Consegui olhar cara a cara com o meu eu interior e entender o que realmente importa…. Ficou o sentimento de bem estar e o de paz… E hoje é só o que permito em minha vida…. Bom dia a todos! Vocês também podem decidir o que seguir…

Apresentação

Como tirar seu passaporte

Tirar seu passaporte é o primeiro passo para sua viagem internacional aos Estados Unidos, Europa, Ásia e qualquer outro país fora da América do Sul. Obter o documento é simples e para tirar todas as suas dúvidas fizemos este passo a passo sobre como solicitar e emitir o passaporte junto a Polícia Federal em todo o Brasil. Acompanhe nosso passo a passo e tire todas as suas dúvidas!
Como tirar passaporte

Tirar passaporte é algo simples e que pode ser feito sem grandes despesas. O documento é emitido pela Polícia Federal e você terá que comparecer a um de seus postos duas vezes: uma para tirar as digitais e fazer a foto e outra apenas para retirar o passaporte pronto. Neste post vamos falar dos passaportes comuns para brasileiros, outros casos podem ser consultados no site da Polícia Federal. Veja o que fazer passo a passo:
1. Reúna a documentação necessária

– Documento de Identidade – pode ser a Carteira de Identidade (RG), carteira funcional reconhecida por lei federal, Carteira de Habilitação com foto ou Carteira de Trabalho. O passaporte anterior também é válido. Detalhe: caso tenha mudado de nome leve também a Certidão de Casamento.
– Título de Eleitor e comprovantes de que votou na última eleição (dos dois turnos, se houve). Se não tiver os comprovantes, serve uma declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais.
– CPF – Se o número constar na Cédula de Identidade, CNH ou Carteira de Trabalho não é necessário apresentar o original
 – Documento que comprove quitação com o serviço militar obrigatório (apenas para os homens)
 – Certificado de Naturalização, para os naturalizados.
Além desses documentos, se não for seu primeiro passaporte é necessário levar o anterior (comum ou de emergência). Se ele não for apresentado será cobrada uma taxa em dobro.

2. Preencha a solicitação no site da Polícia Federal
O formulário é bastante simples e rápido de ser preenchido. São quatro telas, com dados pessoais, documentos e dados complementares (profissão, e-mail e endereço). Na última tela você pode escolher o local onde será atendido. Há uma lista com as cidades e os postos. No final clique em gerar protocolo e imprima o número para levar no dia (É preciso ter o Adobe Acrobat Reader ou algum leitor de arquivos extensão pdf no computador).

Formulário de requisição

3. Pague a taxa de emissão

Assim que você preencher o formulário de solicitação, clique para gerar o boleto de Guia de Recolhimento da União (GRU). Atualmente a taxa é de R$ 257,25. O comprovante de pagamento desta taxa deve ser apresentado junto com a documentação descrita no passo 1.

4. Agende a data de atendimento

Em alguns postos é necessário fazer o agendamento, em outros não. Se você já tem o protocolo da solicitação, pode pesquisar nesta página e agendar se for o caso.

5. Compareça ao posto da Polícia Federal

Na data agendada, compareça ao posto do DPF com toda a documentação original listada no item 1 e o comprovante de pagamento da taxa e o protocolo da solicitação. Não é necessário levar fotografia, que será tirada pela Polícia Federal no momento do atendimento. É bem rápido, basicamente eles tiram sua foto, assinatura e digitais, além de conferir a documentação. Feito isso, é só aguardar ficar pronto e eles te entregarão um protocolo com a data provável de entrega. 
6. Retire seu passaporte

O passaporte ficou pronto? Compareça então ao posto, com um documento de identidade original e faça a retirada! A validade do passaporte é de dez anos, se o seu está próximo do vencimento pode renová-lo antes de expirar, seguindo os passos acima.
A Polícia Federal mantém uma página de dúvidas frequentes em seu site, com informações sobre passaportes para menores de idade, para estrangeiros e demais assuntos http://www.dpf.gov.br

Se ainda tiver dúvidas pode entrar em contato com o DPF pelo e-mail faleconosco@dpf.gov.br ou pelo telefone 194

Apresentação

Jovens podem viajar de ônibus de graça pelo Brasil

Jovens entre 15 e 29 anos podem viajar de graça em ônibus e trens interestaduais; 

O benefício integra o Direito à Cultura e o Direito ao Território e à Mobilidade, do Estatuto da Juventude (Lei nº 12.852/2013) e foi regulamentado pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres)

A reserva de vagas em ônibus interestaduais deverá se feita, no mínimo, três horas antes da viagem. 

O direito já existe, mas pouca gente conhece. Em cada viagem interestadual de ônibus ou trem duas vagas são reservadas para jovens entre 15 e 29 anos e se as duas vagas estiverem ocupados outras duas passagens são oferecidas com 50% de desconto. 

 O jovem que desejar desfrutar do direito precisa ter renda de até dois salários-mínimos e ser inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal). Além disso, é necessário apresentar a “Identidade Jovem”, documento disponibilizado pela Caixa, que atesta que o jovem é de baixa renda. 

Para facilitar o cadastro, o Governo lançou o aplicativo “ID Jovem”, onde o documento virtual é emitido gratuitamente. Também é possível fazer o cadastro por meio do site. O Número de Identificação Social (NIS), contendo 11 dígitos, é a “chave” para acessar tanto o site quanto o aplicativo.

 A reserva de vagas em ônibus interestaduais deverá se feita, no mínimo, três horas antes da viagem. Caso a empresa se recuse a fornecê-lo, as denúncias devem ser feitas pelo telefone 166 da ANTT.

 Identidade Jovem 

Para usar a identidade não é preciso imprimi-la. Basta apresentar a imagem do cartão na tela do celular no momento da aquisição do bilhete ou ingresso, acompanhada de documentação oficial com foto.

 Por meio do cadastro, o jovem de baixa renda, mesmo que não seja estudante, ainda pode assistir a shows, espetáculos e eventos esportivos pagando meia entrada. 

Apresentação

Você sabia que pode estudar em Portugal usando a nota do Enem?

Universidade de Coimbra

Depois do convênio entre o Inep e instituições portuguesas de ensino superior, estudantes brasileiros podem ingressar em universidades portuguesas utilizando a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).Com as notas em mãos, além de poder se candidatar para o ProUni, FIES ou SiSU, o aluno poderá também tentar uma vaga em 26 universidades localizadas em Portugal, sem necessidade de um novo vestibular.

Isso só foi possível após uma mudança na legislação portuguesa. O Decreto-Lei nº 36, de 10 de março de 2014, regulamentou o estatuto do estudante internacional, permitindo então uma nova forma de ingresso de alunos estrangeiros em instituições públicas no país europeu.
Primeiro, para estudar em Portugal é preciso ter uma nota mínima que varia de 500 a 600 pontos no Enem, com regras estabelecidas por cada instituição. Vale para qualquer curso de graduação, exceto medicina, que, por uma lei local, só admite estudantes selecionados em provas específicas. Os cursos duram de três a cindo anos, como no Brasil.

Por outro lado, apesar de serem universidades públicas, há cobrança de taxa dos graduandos como forma de coparticipação nos custos do ensino. Tenha em mente que será necessário pagar uma taxa anual de 2 mil até 7 mil euros (cerca de R$ 24 mil), além de taxas de seleção e matrícula. Esses valores vão depender do curso escolhido e da instituição de ensino. Procure junto à instituição a possibilidade de concorrer a bolsas ou descontos.

Em relação à validação do diploma e o exercício profissional no Brasil, o Inep diz que “estão sujeitos à legislação brasileira aplicável à matéria” e que as instituições portuguesas assumem a responsabilidade pela comunicação oficial aos candidatos admitidos. De qualquer forma, verifique com os órgãos de sua área de interesse ou com o Ministério da Educação (MEC) como funciona esse procedimento.
Você foi admitido! E agora? Qualquer brasileiro tem direito a pedir um visto de estudante pelo período de duração do curso.  A autorização é só para universitários. Caso o estudante consiga um emprego no país, é preciso solicitar o visto de trabalho.

O período de candidaturas varia entre as instituições portuguesas. O ano letivo em Portugal como em toda Europa começa em setembro mas algumas matrículas são feitas em março . Confira abaixo as 26 universidades que aceitam o Enem, entre no site de cada uma e verifique o cronograma.

1. Universidade de Coimbra

2. Universidade de Algarve

3. Instituto Politécnico de Leiria

4. Instituto Politécnico de Beja

5. Instituto Politécnico do Porto

6. Instituto Politécnico de Portalegre

7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

8. Instituto Politécnico de Coimbra

9. Universidade de Aveiro

10. Instituto Politécnico de Guarda

11. Universidade de Lisboa

12. Universidade do Porto

13. Universidade da Madeira

14. Instituto Politécnico de Viseu

15. Instituto Politécnico de Santarém

16. Universidade dos Açores

17. Universidade da Beira Interior

18. Universidade do Minho

19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)

20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

21. Instituto Politécnico de Setúbal

22. Instituto Politécnico de Bragança

23. Instituto Politécnico de Castelo Branco

24. Universidade Lusófona do Porto

25. Universidade Portucalense

26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)

Apresentação

Mercado Público de Florianópolis vai ganhar galeria de arte

Se você é daqueles que ama o mercado público, adora ir comprar seus frutos do mar e depois aproveitar para degustar um pastel e um chopp bem gelado, imagina se além disso você também puder apreciar obras de arte? Essa é a proposta! 

A Sala de Atos do Mercado Público que atualmente recebe as solenidades da Prefeitura passará a ser palco para exposições. No próximo dia 22 de agosto ocorre no local a abertura da Exposição O Canto da Terra, a partir das 19h. A solenidade marca a transformação do espaço em Galeria de Artes. 
A Galeria que fica no 1º andar do Mercado Público vai receber, principalmente, o trabalho de artistas locais, consolidando-se desta forma como mais um ambiente para a divulgação das obras e legados que contam, preservam e integram a história e a arte de Florianópolis.
O Canto da Terra, traz obras de artistas locais em diferentes técnicas como a modelagem em argila, esculturas esculpidas em madeira e papel machê, além de pinturas multicoloridas que representam a maneira peculiar e divertida de ver o mundo do nativo, conhecida como tempero “Mané”.
Mais um ponto positivo e cheio de encantos para a ilha da magia!

Apresentação

9 Países da América do Sul que não exigem passaporte para Brasileiros 

Quer fazer uma viagem para o exterior, mas não tem passaporte? 
Saiba que o brasileiro pode viajar por 9 países da América do Sul apenas com a identidade, só um detalhe, o documento deve ter uma foto que pareça com sua fisionomia hoje em dia, de acordo com o Departamento do Mercosul no Ministério brasileiro das Relações Exteriores, apesar de a cédula de identidade brasileira não ter data de validade, é recomendável que o documento tenha uma foto que permita a identificação visual do portador, por isso não adianta ir com uma identidade de quando você tinha 12 anos de idade, recomenda-se que tire uma segunda via antes de se aventurar na imigração … 
9 países onde o Brasileiro pode viajar sem passaporte 
Argentina 
O tango em Buenos Aires, os vinhos, o mate, a música, as pessoas… A Argentina merece ser visitada… Uma Quilmes bem gelada na Recoleta ou um café tradicional por onde andou Carlos Gardel… 

As vinícolas do norte são um convite para “retiros espirituais” que nenhum deus do vinho botaria defeito; assim como as também convidativas regiões remotas do sul do país, que te retiram à força da civilização para você se conectar de uma forma única com a natureza.
Chile 
Apesar de ser um dos destinos mais caros da América do Sul, a terra do poeta Pablo Neruda tem paisagens naturais que já impressionam ao chegar na capital, Santiago: de onde você estiver, se esticar o pescoço vai vislumbrar a Cordilheira dos Andes e seus picos nevados, logo ali. Atravessando a cordilheira, um litoral enorme e repleto de atrações naturais e animais selvagens. Seguindo para o norte, um deserto que parece outro planeta, o Atacama.
Uruguai 
Pepe Mujica colocou esse país no mapa do mundo, mas cá entre nós, a gente que é brasileiro e mora aqui do lado já deveria conhecê-lo há mais tempo. Nessa terra, a luta pelos direitos civis é de vanguarda: o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal assim como o cultivo, a produção e venda de cannabis. Estamos falando de uma sociedade avançada aqui! Visitar este país é aprender, observando o dia-a-dia com nossos hermanos, que o nosso mundo tem solução, sim. Pode acreditar: o Uruguai não é um pardieiro por causa dessas leis. Aproveite também suas praias, no verão lotam de turistas, inclusive artistas de hollywood que investem seu rico dinheiro em mansões e cassinos de Punta Del Este. 
Colômbia 
O berço do reggaeton vai te fazer rebolar muito. Não só com Malumas, J. Balvins e Shakiras: aqui também tem muita salsa, bachata, son, merengue, e todos aqueles ritmos calientes caribenhos. A Colômbia é um país de cores vivas, não só nas vestimentas, mas também nas paisagens. Um lugar para explorar sem mapa, para tomar um café, depois um rum, e se deixar adentrar em uma história qualquer, digna de realismo mágico, dessas que fariam Gabriel García Márquez coçar os dedinhos para escrever… 
Peru 
Ceviche, pisco sour, ají de galiña, uma variedade de batatas que vão te fazer sonhar por aquela profusão de sabores doces e terrosos. O mesmo vale para o milho, com suas mil espécies das mais variadas cores, texturas e sabores, que fazem a gente pensar se vale mesmo a pena vender nossas terras brasileiras para plantar uma única variedade de milho transgênico, sem-graça e sem cor. Peru é lugar para sentar-se em uma mesa e comer bem. Comer maravilhosamente bem. E também visitar os clássicos Machu Picchu, Cuzco, Nazca…
Equador 
Muito mais do que um singelo nome de linha imaginária que divide os hemisférios, o Equador é como um resumo de tudo que existe na América do Sul: montanhas andinas com neve no topo, cidades para morrer de calor, uma cadeia de vulcões envolta por uma floresta tropical magnífica, arquitetura colonial, herança indígena no ar, nas ruas e nos rostos, e claro, a cultura latina na qual deveríamos sentir muito orgulho em ostentar. Ah, e ainda nem mencionamos o arquipélago de Galápagos, lugar que ajudou Darwin a criar sua teoria da evolução das espécies e dar um empurrãozinho no avanço da humanidade para o conhecimento.
Bolívia 
Ao chegar no país que orgulha-se em ter a capital mais alta do mundo, você vai sentir uma tontura típica. O coração acelera, o sangue corre mais rápido, você puxa o ar, e sente falta dele. E não vai saber se é de emoção de estar ali, em meio a pessoas que são incrivelmente simpáticas e amorosas, ou se é a altitude, mesmo. Mas é claro que é uma mistura das duas coisas. Masque uma folha de coca na companhia de uma cholita e seja feliz nessa terra de gente que sente muito orgulho de ter a maior população indígena na América do Sul.
Paraguai 
Se você acha que, ao deixar a fronteira do Brasil rumo aos outros cantos da América do Sul, vai só ouvir espanhol, está enganado. O Paraguai encanta nossos ouvidos com sonoridades quase místicas do bom e velho idioma guarani. Aquele mesmo, dos povos indígenas que foram quase dizimados pelos espanhóis e portugueses. Os paraguaios conseguiram, a muito custo (que custa até hoje – ou você acha que o país é ruim economicamente por causa de quê, senão a exploração alheia?), manter a cultura original e estão prontos para contar tudo sobre ela em uma conversa regada a tererê e boas risadas.
Venezuela
Ok, as notícias que chegam no Brasil (e no resto do mundo) é que o país vive um caos que parece nunca ter fim. Entretanto, em tempos de pós-verdade, em que até mesmo grandes veículos de comunicação dotados de uma certa credibilidade replicam notícias duvidosas, é preciso se atentar sobre o que é realmente verdadeiro e o que é notícia falsa repetida até a exaustão. Uma coisa é certa: se você não está querendo arriscar muito para saber qual é a verdadeira situação do país (e a gente também não recomenda isso), se a coitada da Venezuela não se afundar no buraco negro e pegajoso do petróleo (e você acha que tudo de ruim acontece lá por causa de quê?), as praias, as cidades e as maravilhosas paisagens tropicais ainda estarão por lá. Aguardemos dias melhores para nossos hermanos sul-americanos.

Apresentação

Problemas com o voo? Conheça Helplegal! 

Você sabia que um problema com seu voo internacional pode se transformar numa bela indenização?💰💰💰 💰💰💰💰💰💰

Em casos de atraso de voo, cancelamento, overbooking e extravio de bagagem, a companhia aérea deve lhe pagar uma indenização de até 5.000,00 dólares. E mais, você pode pedir a indenização em até 2 anos!! 

É tão bom que parece pegadinha!

http://www.helplegal.com

Assista ao vídeo abaixo e saiba como garantir seus direitos.

👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼